Terça , 20 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Claudomiro Bispo
 

Resultados das eleies em Candeias reacendem a expectativa de uma terceira via poltica

A derrota dos Magalhães e a pífia votação aos candidatos apoiados pela prefeita Maria Maia em Candeias, abriu espaço para instalação de uma terceira via política,com vistas as Eleições para prefeito em 2012.

Os Magalhães

A deputada federal Tonha Magalhães, que esperava tirar proveito eleitoral das dificuldades administrativa da prefeita Maria Maia nestas eleições e se fortalecer politicamente, agora é carta fora do baralho. Como deputada federal, não se sabe qual ação produziu na Câmara federal, o que se diz, que participava apenas, da bancada do “silêncio”. Não superou a sua própria marca eleitoral, perdeu votos consolidados. Seu filho Júnior Magalhães, deputado estadual também ficou de fora, não se reelegeu. Tá provado que sem a máquina pública municipal que sempre deu uma mãozinha aos Magalhães, fez falta nestas eleições. Tonha e Júnior agora, devem tirar a carapuça da arrogância política que os carregavam como se fossem os “bam-bam-banãs” do poder. Achar que pode e devem ameaçar jornalistas e tirar emissora de rádio do ar somente por capricho ou para mostrarem que têm força política, foi pura ilusão.

Tonha perdeu a sua reeleição e perdeu também o foro privilegiado para julgamento dos seus processos por desvios de condutas administrativas quando prefeita de Candeias, que estão engavetados nas estâncias superiores, que provavelmente, deverão retornar para estância de onde saiu para julgamento e se condenada, poderá ser enquadrada no “ficha limpa”. Seu futuro político agora é em Candeias aonde possui supostos votos consolidados, frutos de clientelismo, assistencialismo e obras populares, entretanto, carrega o pecado de sustentar um projeto político meramente familiar. Portanto, deverá ter dificuldade para arregimentar grupos políticos de apoios para uma possível candidatura a prefeita nas eleições em 2012, para a sucessão da prefeita Maria Maia.

Júnior Magalhães é outra história. Tido como um bom parlamentar e produtivo, considerado um dos melhores naquela casa legislativa da Bahia, entretanto, em Candeias procede com a mesma arrogância política de sua mãe. Podia muito bem ter outro estilo político, está preparado para ser prefeito de Candeias, mas se não abandonar os modos operando da sua líder maior, está fadado a marchar sozinho no embate político eleitoral nas eleições de prefeito em 2012.

Os Maias

A prefeita Maria Maia, ficou cerca de 12 anos fora do poder, comendo o pão que o diabo amassou, oferecido pela sua ex-afilhada política Tonha Magalhães. Com a força do voto, aliada a 13 partidos políticos, tirou os Magalhães do poder municipal. Cometera dois grandes pecados políticos: não fez uma auditoria na Prefeitura mostrando os desmandos praticados pelo os Magalhães contra a máquina pública e o grande erro de ajudar um aliado de Tonha, eleger-se presidente da Câmara. Somado a uma administração que seria uma coalizão de treze partidos, tornou-se um verdadeiro saco de gatos inadministrável.

Diz o dito popular que: quem cala, consente. E, Maria Maia calou-se diante das condições precárias que recebeu a Prefeitura das mãos dos Magalhães. Tonha que havia saído de uma acachapante derrota nas urnas de 2008, ficou na moita, porém, orientando seus aliados como mascará a administração da prefeita Maria Maia. Abarrotou o foro de processos, denuncias de todas as formas na imprensa e água mole em pedra dura...(furou), e, a administração foi se desgastando diante de tantas denuncias que sequer, eram feitas as defesas cabíveis pela sua assessoria.

Agora, não adianta chorar o leite derramado, a prefeita ainda tem dois anos de mandato, tem tempo suficiente, para apagar essa derrota frustrante para seus simpatizantes, dar a volta por cima, corrigir erros gritantes e colocar a máquina administrativa nos eixos e tocar o barco pra frente. Maria Maia conhece mais do que ninguém os mecanismos da máquina pública, pois, já passou por todos os cargos administrativos da Prefeitura e sabe como fazer o melhor para a cidade. A derrota faz parte do jogo político e a essa altura, também, não adianta sair procurando culpados. Todo o grupo, foi cúmplice do fracasso eleitoral até mesmo por omissão. Portanto, duas coisas não poderão ser feitas hoje: o ontem que já passou e o amanhã que não pode ser feito hoje.

Quem saiu fortalecido

Marcus Vinícius mostrou capacidade e raciocínio rápido, quando percebeu a rejeição aos candidatos apoiados pela prefeita Maria Maia, dentro do próprio grupo político e nada poderia fazer para reverter a situação, mobilizou sua galera e trouxe o candidato a deputado federal Domingos leonelli, com apenas, 15 dias para as eleições, deu cerca de 1220 votos, que acredita ter sido bom para Diego e Maria Maia, devido a baixa votação dada para Geddel e Lúcio Viêira Lima.

Bobó

O prefeiturável vereador Bobo, que já está em plena campanha para prefeito em 2012, faz oposição a Maria Maia na Câmara, deu para a candidata a deputada estadual do PT Luiza Maia de Camaçari, cerca de 1500 votos. Sem dúvida, Bobo está pavimentando o caminho político ruma ao Paço Municipal Conselheiro Luiz Viana Filho em 2012.

Jair Cardoso

O ex-vereador, advogado, historiador, professor e candidato a deputado estadual Jair Cardoso, garmpou cerca de sete mil votos em Candeias para deputado estadual e na dobradinha com o deputado federal João leão, deu 1.300 votos em Candeias. Pelo visto, Jair se credenciou para uma candidatura a prefeito de Candeias em 2008 ou fazer parte de uma terceira via formada por mais alguns candidatos.

Nery vendedor

Quem fez previsão que Nery Vendedor só teria 100 votos, se enganou, o bonitão teve mais de mil votos, segundo seus simpatizantes, uma vaga de vereador já está garantida em 2012.

Sargento Isidoro

E o sargento Isidoro que ganhou uma eleição de deputado estadual exibindo um bordão: é melhor ser doido do que ladrão. Teve em Candeias vinte mil votos. Não segurou a peteca e perdeu a boca. Novamente, com uma ironia e outras maluquices, Isidoro volta para Assembleia como deputado estadual. Teve cerca de cinco mil votos em Candeias.

 

Publicado em 04/10/2010 ás 12:37

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editorao de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Pass, n 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com