Terça , 20 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Claudomiro Bispo
 

Candeias: Dos 20 prefeiturveis de 2011 somente 3 disputaro as eleies de 2012

Em 2011, cerca de 20 prefeituráveis anunciaram que seriam pré-candidatos a prefeito de Candeias nas eleições de seis de outubro deste ano. Entretanto, somente, três postulantes a cadeira de prefeito do Paço Municipal Conselheiro Luiz Viana Filho, terão mesmo reais condições de participar do pleito que substitui a prefeita Maria Maia. O candidato do PT Carlos Martins; o candidato dos Magalhães e o candidato da prefeita Maria Maia. Alguns deles queriam mesmo era divulgar suas pré-candidaturs a vereador. Porém, Jair Cardoso, o vereador Antônio Gilson – Bobó, o deputado estadual Manoel Isidoro, Marcus Vinicius e Georgem Moreira, continuam levando a sério a suas pré-candidaturas.
 

Jair Cardoso
 

Agora é a vez de Jair Cardoso, é uma sonora positiva nos bastidores da política local, Entretanto, o lançamento da pré-candidatura do Secretário da Fazenda do Estado da Bahia, Carlos Martins, mexeu no projeto político de todos os pré-candidatos a prefeito de Candeias. Jair apadrinhado pela prefeita de São Francisco do Conde e pelo deputado federal João Leão, viu escorrer pelos seus dedos as Sanches de ser a “bola” da vez.  Rilza Valentim dificilmente apoiará Jair em detrimento de Carlos Martins candidato que tem as bênçãos do Palácio de Ondina; João leão aliado da base governista, não vai remar contra a maré. Cabe somente, a Cardoso, sair carreira solo ou opinar por uma das três candidaturas: a do PT, ele já esteve por lá e sabe muito bem como é que é o babado, porém, por se identificar muito bem com Carlos Martins, pode desembarcar no projeto do governo Wagner e garantir a Secretaria de Educação ou uma vaga de deputado estadual em 2014. Marchar com Os Magalhães, está descartado. Cortejado e bem aceito no grupo da prefeita Maria Maia, mas este filme já rodou pela sua cabeça e o resultado da película não foi muito bom. Uma dobradinha com Carlos Martins, é bem festejada pelos seus aliados, os dois têm bom relacionamento pessoal. Jair com a decisão.
 

Vereador Bobó
 

O vereador Antônio Gilson – Bobó, que apesar do nome, não é nenhum peixe pequeno. Corre os mesmos ricos de Jair Cardoso.  Filiado ao PHS, partido que tem o comando do prefeito de Camaçari Luiz Caetano e tem como madrinha política a deputada estadual Luiza Maia, ambos defendem a candidatura de Carlos Martins, não vão se indispor com Jaques Wagner que quer vê Martins prefeito de Candeias. Portanto, sobra para Bobó: carreira solo? Retornar para as hostes do grupo político dos Magalhães aonde ele começou? Ir para o grupo da prefeita Maria, não quer nem ouvir falar. Bobó não é nenhum abestalhado de jogar fora esse grupo que ele arregimentou em torno de sua pré-candidatura a prefeito, tem condições de fazer dois vereadores.  É formado em Assistência Social. Pelo que se sabe o próprio governador quer ter pessoalmente, uma boa conversa com Bobó. Como política é a arte que conversando se entende. Bobó pode se dá bem.

Marcus Vinícius
 

O ex-secretário de Planejamento da prefeitura de Candeias, Marcus Vinícius, pesou, mediu e concluiu que os serviços prestados em Candeias nos últimos 30 anos, lhe credenciavam para lançamento de sua pré-candidatura a prefeito de Candeias nas eleições de outubro próximo. Filiou-se ao PSB, partido da senadora Lídice da Mata e do Secretário de Turismo Domingo Leonelli, arregimentou 40 pré-candidatos a vereador e por força do número 40 do PSB, fez uma campanha publicitária alegando 40 motivos para se filiar ao PSB. Festa bonita. Deixou seus concorrentes morrendo de inveja. Passado o efeito positivo da festa, o lançamento da pré-candidatura de Carlos Martins, sua pretensão foi adiada. Fazer o que?  Tentar carreira solo? Ir para Os Magalhães? Voltar para o grupo de Maria Maia? Essas perguntas Marcus está fazendo aos seus subordinados políticos. Enquanto não vêm essas respostas, cá pra nós, Marcus sempre foi homem de governo e nesse governo ele tem quatro secretários que pelos os laços de amizade são mesmos que seus irmãos, segundo seus aliados, Marcus vai dá uma sacudida na sua pré-campanha, mas tudo indica, que Carlos Martins é o caminho certo. Portanto, o quê Marcus quer, no governo tem. “Se quiser mais claro, ponha azeite.”
 

Georgem Moreira
 

O advogado e contabilista Georgem Moreira, marinheiro de primeira viagem em política, indignado pelo “mal-feito” que vem ocorrendo nos últimos 20 anos, em Candeias, resolveu entrar na política objetivando poder contribuir com ações que realmente tragam dias melhores para o povo. Pela sua seriedade, garantimos se tivesse um “inteiro” ele fazia questão, mas como só tem partido, filiou-se ao PT do B agremiação que tem certa força política no município. Tem um vereador e um secretário municipal além de alguns filiados ilustres tais como Coronel Santana, Dr. Brivaldo o articulista político e presidente de honra do partido, Daluz, entre outros.
Georgem tem consciência e humildade que sozinho não vai a lugar nenhum, fez um pacto com Carlos Martins e outros pré-candidatos, que cada um fizesse seu trabalho de pré-campanha e lá na frente através de uma pesquisa que melhor pontuasse, seria o candidato apoiado pelos demais. Portanto, Georgem, desprovido de qualquer vaidade pessoal, está preparado para ser o prefeito ou apoiar quem estiver em melhores condições.
 

Deputado Isidório
 

O polêmico, irreverente, maluco ou ex-viado como diz ele mesmo, deputado estadual Manoel Isidoro. Também é pré-candidato. É a favor da união com alguns pré-candidatos, menos Os Magalhães e Os Maias que vêm se revezando no poder há quase 20 anos, fazendo o “mal-feito” com o dinheiro público, segundo ele. Como se sabe, Isidoro faz um bom trabalho de cunho social na Fundação Doutor Jesus no distrito de Menino Jesus município de Candeias. É protegido da primeira dama do estado dona Fátima, fã e apoiadora da Fundação doutor Jesus. Recentemente, Jaques Wagner em uma solenidade de lançamento de um programa contra as drogas, fez elogios ao trabalho de Isidoro na Fundação doutor Jesus.
Pelo visto, Isidoro não vai atrapalhar qualquer que seja a candidatura que não tenha o perfil como diz ele “das duas” por que a outra já pagando pelo que fez de errado em sua gestão. Oito anos, são o suficiente para aprender como se trata a coisa pública.
 

Os Magalhães
 

Se as eleições fossem hoje, individualmente, Os Magalhães levariam a melhor. Em supostas pesquisas não divulgadas, apesar da rejeição comentada, ela aparece bem pontuada. Tem votos consolidados. Porém, o lançamento da pré-candidatura do Secretário da Fazendo do estado da Bahia, Carlos Martins, além de mexer no projeto político dos Magalhães de retornarem a dirigir os destinos de Candeias, estancou o “êxodo eleitoral proveniente do grupo da prefeita Maria Maia, tendo em vista, os desacertos administrativos e financeiro que passa a Prefeitura de Candeias que em uma espécie de vingança, estava desembarcando no território eleitoral dos Magalhães para promover o troco contra a Maria Maia nas eleições de outubro próximo.”
Algumas lideranças pró-Maria Maia, não fizeram meas palavras, disseram entre outros impropérios, que já estavam de malas e cuias prontas para desembarcarem no QG dos Magalhães e não pediram reservas. Por motivos éticos não revelamos os nomes. Na verdade, esse sentimento de revolta de alguns aliados da administração, ainda continuam acontecendo a olhos vistos nos bastidores da política de Candeias. ““Infelizmente, por falta de uma “eminência parda”  a galinha dos ovos de ouro está deixando a” chocadeira.” Como se vê, nesta  pré-campanha, os ventos e as intenções de  votos estão favoráveis para Carlos Martins, que  lhe faltam tempo para atender  todas as solicitações de sua presença em comunidades diversas.
 

Os Maias
 

A prefeita Maria Maia no ano passado em entrevista a uma emissora de rádio da cidade, perguntada sobre as eleições de 2012, e quem seria seu candidato? Secamente, respondeu que somente, falaria em sucessão após o carnaval de 2012 e o secretário que desobedecer, estaria fora do governo. Essa sonora foi desobedecida por alguns secretários que se lançaram pré-candidatos, sem o aval da prefeita. O presidente da Câmara Francisco Conceição, o secretário de Serviços Públicos, Serravale, o secretário da Administração Flávio Pita e o Secretário de Obras Carlos Alberto, não fazem segredos como prefeituráveis.


 

Serravale
 

A profecia da prefeita Maria Maia em só falar em sucessão Municipal após carnaval vai se concretizando, entretanto, os pré-candidatos da máquina, se esforçam como podem para mostrarem trabalho de cunho eleitoral, para receberem as bênçãos do Paço Municipal Conselheiro Luiz Viana Filho. Entre os prefeituráveis do bloco da situação, Serravale, admite ser ele o indicado pela prefeita Maria Maia, pela sua convivência ao lado da chefa do executivo. Se não for o indicado, fez seu comercial e cimentou o caminho político para a reeleição da vereadora Andréia Testa.

 

 

 

Francisco Conceição
 

O presidente da Câmara Francisco Conceição, que antes de ser presidente da Mesa Diretora dos Trabalhos Legislativos da Câmara, como vereador era um autêntico defensor da prefeita Maria Maia e por esse fato, em maio de 2010, chegou até aparecer em uma dessas pesquisas pontuado em quarto lugar. Isso, graças o efeito da perda do mandato da ex-prefeita Amiga Ju, que deixou para Maria Maia seis meses de mandato, tempo suficiente para preparar a máquina para as eleições de 2008, enquanto Maria Maia foi descansar da batalha judicial para cassar a prefeita Amiga Ju, aliados aproveitaram e fizeram da Prefeitura um verdadeiro cabide de emprego. Chico, além da lista de beneficiados dele, contou com o “quião” da então secretária de educação, Marinalva Salin. Daí em diante, o homem que já tinha uma postura de posudo, lapidou ainda mais a sua pose. Por força do poder político, ganhou uma mãozinha da prefeita e virou presidente da Câmara, mesmo elegendo-se de forma irregular e que até hoje, govena através de liminares. Suas ações no legislativo prejudicaram mais a prefeita do que ajudaram. Portanto, se depender da nação peemedebista, a sua indicação pela prefeita, é carta fora do baralho.
 

Flávio Pita
 

O secretário da Administração Flávio Pita, dizem-se ser “o menino” da prefeita. No departamento jurídico, era o “bam bam bam” da Procuradoria, mostrou trabalho e subiu de posto para secretário Municipal. O seu nome como prefeiturável não pegou bem entre os partidários da prefeita. Muitos dizem que pelo meio tem ciúme, inveja e dor de” cotovelo” só por que o rapaz é novo no grupo e ainda não tem cara de prefeito. Mas, se a prefeita quiser, bota uma cara nele, nada de mais. Vamos brincar o carnaval depois de quarta-feira de cinzas a gente vai ficar sabendo quem será o cara da “maquina” que vai enfrentar Carlos Martins e Os Magalhães nas eleições de outubro próximo
 

Carlos Alberto
 

Há pouco mais de três meses, em uma reforma administrativa, surpreendentemente, o radialista Carlos Alberto de Oliveira, proprietária da BaianaFM, emissora que faz sucesso na região e em Candeias cerca de 80% da população é ouvinte, foi convidado para secretário de Obras do Município, Carlos Alberto não pensou duas vezes. Aceitou o cargo. Comentários contra e a favor. A emissora era tida como uma ouvidoria do povo, e que Maria Maia de uma cajadada só, matou dois coelhos e uma raposa: inibiu críticas à sua administração, ganhou um forte aliado e impediu que Carlos Alberto fosse para o grupo dos Magalhães.
Carlos Alberto tratou logo de correr atrás de partidos. Passou por vários até que encontrou um que lhe desse a presidência do Diretório Municipal em Candeias. Como conhece muito bem o trânsito político entre os caciques donos de partidos, ganhou a legenda do PSDB e se lançou também prefeiturável do grupo de Maria Maia. Já passou por várias secretarias do Município, conhece os principais problemas da cidade e sabe como resolvê-los. Para inicio de conversa, começou dando um banho de asfalto na cidade e em alguns distritos. Seu IBOPE está alto junto à população. Como dono da Baianafm dispensam comentários e como secretário de Obras já botou a mão na massa. Tem certeza que será indica pela prefeita, o candidato da Máquena.
 

Situação política
 

A situação política da prefeita Maria Maia e do presidente da Câmara Francisco Conceição, não é nada boa. O processo da defunta doadoura de campanha, que a juíza da primeira estância mandou arquivar o Procurador Regional Eleitoral reativou  e recomendou a justiça a cassação da prefeita e vice por crime eleitoral e proceder uma eleição indireta para um prefeito “tampão”. Se esse pedido for acatado, o projeto político da situação, pode ir por água abaixo.  E, como se não bastasse, a direção do PMDB estadual deu um ultimato a prefeita: se fizer coligação com o PT de Candeias, a legenda será transferida para o grupo dos Magalhães. Comentários: se isso, realmente, acontecer a esta altura, o PMDB só servirá para os Magalhães, simplesmente, para desmoralizar a prefeita Maria Maia e para os Magalhães ficará desfavorável Maria Maia não lançar candidato. Carlos Martins é quem vai se dá bem junto a galera do PMDB, que pode desembarcar em massa no território eleitoral do PT.
E Chico que preside a Câmara pendurado por força de liminares, o PT pode puxar a escada e ele ficar somente, com a brocha na mão.

 

Claudomiro Bispo

Publicado em 22/01/2012 ás 20:12

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editorao de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Pass, n 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com