Quarta , 21 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Jorge Portugal
 

Escuta, farda azul

 
Semana passada foi a prova do ENEM. Não sei exatamente quantos de vocês a fizeram.Pelos dados das inscrições totais da Bahia, o número batia em 460.000 candidatos.No terceiro ano regular, em todo o estado, chegamos a algo em torno de 160.000. O curioso é que fui dar uma checada nos percentuais históricos de inscrições nos colégios de Salvador e isso só chega, em média, a 27%; no interior, o porcentual sobe um pouco mais. O que está acontecendo?

Desistência? Autoexclusão?Já estão “jogando a toalha” aos 17, 19, 20 anos? Tudo bem, este foi um ano atípico: 115 dias sem aulas, somados às carências de décadas.Muitos devem pensar: “aprendi quase nada”; “como vou concorrer em um vestibular nacional com 6 milhões de candidatos, muitos de escolas privadas”;”não vou perder meu fim de semana apenas para me tornar estatística do fracasso”, e por aí vai.

De fato, os números assustam. Se formos comparar o investimento anual que o governo faz em vocês, o valor é apenas de 959 doláres por aluno; o Canadá, por exemplo, investe 7.731 doláres, e só aí a gente entende a classificação dos países em desenvolvidos, subdesenvolvidos, primeiro e quarto mundo.Não posso negar, entretanto, que as coisas começam a mudar lentamente.O Prouni, as Cotas, o Enem como vestibular nacional já criam condições favoráveis para que vocês se animem em tentar o nível superior.

Todavia, há uma luta maior, que, no futuro, poderá prescindir de todas essas políticas compensatórias e justas: a qualidade do ensino público como condição permanente.Olhe bem, “Farda Azul”, temos uma grande batalha pela destinação de 10% do PIB para a Educação.Mas essa luta não pode ficar restrita a sindicatos, associações e movimentos de professores.Tem que ser sua também, que será, na ponta, o maior beneficiado.Você e o Brasil.Temos que pagar ao professor o que ganha, no país, qualquer outro profissional com seu nível de formação;ligar a escola no século 21; colocar 30% de vocês na universidade.

Sem você no jogo, Farda Azul, o Brasil jamais poderá ser chamado de nação.

Jorge Portugal- Educador e Poeta.E-mail> secretaria@jorgeportugal.com.br

 

 

Publicado em 12/11/2012 ás 12:00

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editorao de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Pass, n 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com