Terça , 20 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Valci Barreto
 

CAMINHAR NA ORLA DE SALVADOR EST FICANDO CARO...

 

Um advogado foi caminhar na orla de Salvador. Tendo que pagar seis reais a “guardadores de veículos”, postou sua indignação nas redes sociais, atribuindo a responsabilidade a quem votou em ACM NETO.
O
colega advogado não tem razão por vários motivos, especialmente porque a figura do “guardador” existe porque a motorista paga. Há a desculpa de que “se não pagar, riscam meu carro”, justificando o erro com outro talvez pior: “já que tenho, pago’’”. 
Também não se pode culpar Neto por uma prática que existe em Salvador antes mesmo ter de nascido o atual Prefeito. 
Não votei
em ACM NETO. Porém, não posso deixar de apoiar as medidas que vem tomando para organizar o caótico transito de Salvador, notadamente em relação a motoristas de veículos que insistem em estacionarem em filas duplas, e até triplas, onde a fiscalização não aparece.
Em matéria de responsabilidade social, nosso transito é tudo de perverso que pode existir, começando pela matança que promovem. Temos motoristas que insistem em imaginar que as ruas são apenas dos carros, não se importando em estacionarem nos passeios estreitos, tirando qualquer chance de serem eles utilizados pelos seus verdadeiros destinatários, os pedestres.
Para citar somente a Ladeira da Barra, ali os motoristas estacionam em cima dos passeios e vão passear no Iate, muitos deles ficando parados sobre os passeios, ou mesmo nas ruas, sem qualquer preocupação com os males que estão causando à mobilidade dos pedestres e o mau exemplo que estão promovendo, permitindo que seus filhos os imitem no presente e no futuro.
O advogado, meu colega e amigo, fez as contas: cento e oitenta reais por mês, para caminhar na orla. Ou seja, o preço que pagaria a uma academia.
No sou instrutor da humanidade. Mas, sendo, todos os dias, incomodado por veículos que insistem em parar na saída da garagem do prédio onde moro, com as buzinadas dos apressados; com a agressividade como os motoristas dirigem ao passar por mim quando estou em bicicleta, aprovo as medidas sócio educativas implementadas pela Prefeitura, inclusive estimulando a cobrança para estacionamentos de veículos de um modo geral e multa para os infratores.
Considerando todo o passado e presente de falta de educação, a falta de responsabilidade no uso do veiculo dos nossos motoristas a cobrança generalizada para quem estacionar nas ruas e a proibição de estacionar quando prejudicar o trânsito de pedestres, tudo dentro da lei e da responsabilidade de governantes e governados, não deixa de ser um caminho para que se evite que o motorista de veiculo não continue com a sensação de que todos os espaços da cidade foram feitos exclusivamente para seus veículos. 
As medidas da Prefeitura, inclusive, poderão levar nossos motoristas a , pelo menos, refletirem que usar um carro para comprar um pão ou caminhar para espaços a cem metros de casa, é um ato que não combina com os novos tempos . Nos dias atuais, todos são convidados a aprender a dividir espaços, a serem solidários, a olhar o “outro lado”. 
Educando nossos motoristas, em todos os sentidos, permitirá, inclusive, que milhares de pessoas que têm vontade, sejam encorajados a usar a bicicleta em vez de carro. 
Cobrar, cada vez mais caros, até um limite justo, por estacionamentos em vias publicas, poderá ser um caminho para que as pessoas reflitam mais e usem menos o veiculo, inclusive quando for para uma simples caminhada na bela orla de Salvador.
Cento e oitenta reais por mês, para uso do espaço publico para veiculo está muito barato para quem vai dar uma caminhada pela orla de Salvador e lá quer deixar seu veículo estacionado por longas horas. Quem não tem carro, tiver ou quiser ir de ônibus, poderá pagar mais caro, a depender da quantidade de ônibus que tiver que pegar. E ainda irá no desconforto do péssimo serviço de transporte público de Salvador.
Se o Prefeito criar condições para uso da bicicleta em Salvador, diminuir o uso abusivo do veículo , o índice de violência no trânsito, impedir a pratica dos zigues zagues dos nossos motoristas, será, pelo menos para mim, um grande motivo para nele votar nas próximas eleições. 
Há quem culpe ACM, NETO, WAGNER, LULA, POLICIA, JOÃO HENRIQUE E A TV GLOBO, POR TODOS OS MALES do planeta, mas não dão, seus acusadores, o exemplo pessoal nas suas práticas diárias. 
Nenhum político, nem a TV GLOBO é culpada por um motorista matar duas três pessoas em um ponto de ônibus, dirigir bêbado, invadir sinais, não respeitar os espaços dos pedestres nem quem esta na rua com suas bicicletas, exercendo o o mesmo direito atribuidor ao motorista de veículos motorizados.
Nenhum político, nem a TV Globo, é culpado pelo buzinaço que os pais fazem em frente das escolas para apanharem seus filhos, ensinando-os a buzinarem cada vez mais forte. 
Não voto
em partido. Voto
no candidato que acerta em suas decisões e na forma de administrar. Nos partidos, votarei quando melhorarem.

 

 

 

 
 
 

 

 
 

 

 

 

 

Publicado em 11/09/2013 ás 15:29

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editorao de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Pass, n 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com