Terça , 20 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Marli Gonçalves
 

Senta e chora

 Senta e chora, senta e choooora! O cacique da propaganda de seguro de carro é o que há de mais moderno nesse esquisito momento nacional. Ficou com o carro parado onde o tal perdeu as botas? Senta e chooooora! Está vendo a coisa preta e a coisa é tudo isso que está aí nas nossas barbas? Senta e...
 

A propaganda que escuto a toda hora na rádio ecoa na cabeça não por causa do seguro que vende, aliás o meu, ufa! Mas é que não vejo frase melhor do que a resposta do índio velho ao cara que tem problemas no carro e que parece estar no meio de uma tribo perdida. "Senta e chora, senta e chora, choooora!" 

Está muito p da vida com o caminhar do julgamento do mensalão, com o suspense desnecessário, com a cara de pau dos argumentos infringentes e declaratórios, além de caudatários? Também acha que estão tirando uma de sua cara, numa boa, sem corar? Achou muita cara dura ter de ouvir um juiz amassando o barro e se lixando para a opinião pública e ainda se fazendo de correto, legalista? Simples: senta e choooora!

Também foi para a rua ou abriu a janela todo esperançoso no Dia da Pátria e o que viu foi: ruas vazias, polícia armada até os dentes, palhacinhos todos trabalhados no preto, encapuzados, enburcados, fazendo futrica, cuspindo pedra e pondo fogo pelas ventas? Recolheu sua bandeira, decepcionado? Senta e choooora!

Todo dia abre o jornal e procura na internet alguma novidade, algum anúncio real das medidas de governo para conter a paradeira geral da economia e só encontra loas, avestruzes, além de macaquinhos treinados aplaudindo aqueles lindos e as lindas de Brasília e arredores? Vai no mercado e vê que está tudo destrambelhado custando o olho da cara e o forro do bolso, sem noção? Volta com um saquinho frustrante na mão e fica ainda mais p da vida quando escuta uns balidos sobre "reação da economia", contenção da inflação", "controle e fiscalização"? Senta e choooora!

Pega o jornal de novo e vasculha na internet para ver se acha onde será o grande protesto contra tudo isso, porque não está entendendo como a população pode suportar tanta manipulação de informação, decretos imaginários e leis que só servem para beneficiar os mais fortes e poderosos, entre outras bobagens, e não acha? Procura de novo, telefona para os amigos, na conversa vê o quanto está todo mundo descontente de alguma forma, mas todos vão levando, esperando que "alguém" faça algo? Senta e choooora!

Vai em procura de ver quem é que pode ser esse "alguém" em quem confiar, seguir, votar, acreditar, ajudar, com condições de liderar um projeto importante de mudança, e só vê um imenso vazio, recheado de lorotas, pães de queijo, bolos de rolo, tubarões à beira-mar? Senta e choooora!

Já está pensando que o melhor mesmo é largar tudo e ir viver lá no mato com o índio velho que, pelo menos, deve ter um pajé por perto, já que o tal seguro está cada dia mais caro, o mundo cada dia mais louco, as pessoas completamente sem caráter e compromisso, e o pau entortando de vez? Senta e choooora?

Mas cuidado quando for sentar. Olhe bem tudo, principalmente onde. Olhe se a cadeira está no lugar, ou se alguém a puxou. Está tudo mesmo pela hora da morte, inclusive o papelzinho para enxugar as lágrimas.

Senão, fica aí parado, de pé, esperando, pondo culpa nos outros, nos mascarados, desejando militares de volta, repassando bobagens sem fim, tentando acordar o gigante com murmúrios.

Só precisa entender que o gigante agora vai ter mesmo é de acordar a pontapés, e aos gritos. E o quanto antes, para não ser tarde demais e aí a gente só poder fazer uma coisa: sentar e choraaaar, muito.

Publicado em 17/09/2013 ás 10:35

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editoração de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Passé, nº 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com