Quarta , 21 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Jordan Campos
 

REFLEXO PARA OS INDECISOS

Talvez este texto seja para você. Talvez para seu pai ou mãe. Talvez para um amigo.... Sim - O destino é uma questão de escolha. Leia de novo a frase anterior... Entendeu? Largue de indecisão, pôxa! Uma das coisas mais importantes e fundamentais da vida é entender a dimensão e importância das nossas escolhas, pois elas coordenarão todos os meios de nossa vida social, comportamental e até bate na porta biológica. O Destino bate na porta mas não gira a maçaneta. Porém costumamos adiar decisões e corromper nosso instinto maior por medo de perder. Perder o quê, nesta efêmera vida, pelo amor de Santa Gertrudes??? O medo palpita sempre a alma antes das maiores decisões de nossas vidas. Revoluções que geram evoluções. É a lei. Quanto mais difícil, mais mérito. Aí perguntamos: “Ir ou ficar?” “Dar o passo ou não?” “Arriscar ou não?” E por fim questionamos: E se der errado? Pronto: Colapsamos no que não controlamos e produzimos muitas vezes a paralisia de talvez conseguir tudo que nós queríamos. A incerteza então paralisa a nossa oração – e não sabemos o que pedir! Quer dizer: Saber sabemos, mas não sabemos se devemos! Que confusão... Vamos então, refletir:

A decisão é uma forma de rezar, de entregar ao universo o eterno “seja feita a vossa vontade”. Não há garantias em nada. Depositar a felicidade no outro é quebrar a cara em parcelas cruéis cobradas avidamente. Você tem que perder o medo de dar “errado”. Nada dá errado sempre, a vida é rara... E Amores não podem esperar o dia amanhecer. A dor de não decidir com certeza vai ser pior do que a de não ter tentado. Não tente ser feliz depositando isso totalmente na sua escolha, mas seja feliz pela sua escolha ter sido a sua verdade. Se fosse escolher entre alternativas as decisões seriam fáceis. Mas a decisão verdadeira pede que você formule as alternativas. O escultor que pode dar a forma é unicamente você.

E agora, está mais pronto para decidir de vez? Você deve dizer: agora que quero decidir vou me reunir bastante para afinar a ideia. Nãooooooooo. As reuniões são indispensáveis quando não se quer decidir nada! O presente é o momento da escolha e da ação. Ruminar passado e sofrer antecipado pelo futuro enfraquece e corrompe o óbvio. E você vai encontrar mais uma desculpa para não fazer, e sofrer, e sofrer. Existem todas as possibilidades - a mais absoluta liberdade de escolha é sua, como em um livro, onde cada letra permanece para sempre na página, mas o que muda é a própria consciência que escolhe o que ler e o que deixar de lado. E entenda, se sua dúvida for por amor, anote na sua alma: No amor não existe má escolha. Você nunca vai errar por amor!!! Lembrei de Einstein que disse algo como: “Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor... Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor com ele você conquistará o mundo”.

A decisão é um “eu te amo e vamos lá” que pode tudo diante d'um beijo e supera as inúmeras horas desbeijadas, os terríveis desabraços, os dolorosos desencaixes que os corpos ligados pelo céu sofreram longe do outro. Na decisão nada começa de novo, mas muito muda. Nada volta, mas tudo vem. Não tenha medo de se olhar no espelho e decidir pelo que está nesta sua cara safada. É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado. Pois o seu destino é uma questão de escolha. Mande ao fogo sua antiga coragem de lagartixa branquela de parede. Você decide agora. Você pode. Gire a maçaneta! Unf...

Publicado em 12/08/2014 ás 18:27

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editorao de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Pass, n 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com