Quarta , 21 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Átila Santana
 

Francisco versus Estudantes

A prefeitura de Candeias está cortando pela metade, de 24 para 12, o número de ônibus que fazem o traslado dos universitários da Cidade das Luzes para universidades de Salvador e Lauro de Freitas. O fato tem gerado revolta e a cidade está em ebulição.

Com o intuito de gerar economia para os cofres públicos e atender à comunidade carente, segundo afirmou o prefeito Sgt. Francisco Conceição, em entrevista a uma rádio da cidade, a prefeitura enviou para a Câmara, que aprovou, um projeto de lei que regulamenta e muda as regras de concessão do transporte para os estudantes universitários do município. Pelo novo modal, só terá acesso ao serviço os estudantes que comprovem por “A” mais “B” que se enquadram nos critérios de seleção estabelecidos pelo executivo. Um desses critérios é o econômico. A renda familiar não pode passar de dois salários mínimos, algo em torno de R$ 1.500,00.

Por conta de estreita relação de amizade que tenho com muitos destes alunos, e a convite de alguns deles, participei, no último sábado, de uma reunião dos estudantes universitários de Candeias, no auditório do Sindiquímica, e pude perceber o furor dos presentes. Muitos, orientados por quem quer ver o circo pegar fogo,querem fazer protestos, queimando pneus e fechando as BAs que cortam o município. Isso não resolve. Só atrapalha e prejudica quem nada tem a ver com a querela. Sempre que sou consultado eu peço cautela e diálogo. É necessário que se esgote as vias legais. Penso que o argumento é a melhor arma para se vencer uma batalha. E no caso em tela não precisa briga. Basta melhorar os argumentos. Algumas comissões foram formadas, para pedirem audiências com o prefeito e com o Ministério Público Estadual, que pode dar uma orientação em casos como este.

De uma coisa eu tenho certeza. O diálogo é uma arma importante, e muitos deles querem assim. Por outro lado, tem a turma do ‘quanto pior, melhor’ que tenta a todo tempo “refestelar-se” em manifestações pela cidade, com o intuito de, apenas, desgastar o prefeito. A situação dos estudantes fica em segundo plano. Estou observando a tudo e a todos, ouvindo (e lendo) mais do que falando (e escrevendo). Estou na torcida para que o prefeito deixe aflorar o seu espírito conciliador e atenda ao pleito daqueles que estão indo em busca de uma vida e futuro melhores.

 

*Foto reprodução google.

Publicado em 12/01/2015 ás 21:04

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editoração de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Passé, nº 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com