Quarta , 21 de Fevereiro de 2018
 
Coluna de Átila Santana
 

Falta de higiene afasta fregueses

A população de São Francisco do Conde, no Recôncavo Baiano, está cançada de tanto descaso. A queixa da vez é com os mercados do peixe e da carne e o centro de abastecimento (de cachaça somente) da cidade. O mercado do peixe só fede a urina humana. Quase que não se percebe o cheiro dos pescados. Uma porcaria sem tamanho. No mercado da carne, um conjunto de açougues construído pela prefeitura no governo de Osmar Ramos (PMDB), a falta de higiene é a mesma. Restos de carnes estragadas fazem os cães sem donos “fazerem a festa”. Ninguém suporta o mau-cheiro. O centro de abastecimento é o point dos ratos, baratas e outros insetos que adoram porcaria. Os ratos estão bem criados e já se familiarizaram com os fregueses e passeiam naturalmente por entre os bares. Até os donos de estabelecimentos reclamam da falta de atenção dos órgãos responsáveis pelo local. Com a palavra a prefeitura de Sâo Francisco do Conde, em especial a coordenação de serviços públicos da secretaria de infra-estrutura do município.

Servidores em debate

A Câmara de vereadores de São Francisco do Conde vai realizar no próximo dia 1º de junho uma audiência pública para discutir a situação dos servidores municipais e buscar caminhos de melhorias para a categoria, como arrocho (perdas) salarial (há anos os servidores sofrem com isso), plano de cargos e salários, carreiras, planos de saúde, etc. A indicação foi do vereador Messias Antônio (PT), que promete levar pessoas especialisadas na área para uma palestra.

Renato pegou ar

Durante uma sessão da Câmara de São Francisco do Conde, um dos vereadores abordou um tema polêmico: a municipalisação do trânsito. O vereador Renato Costa Rosa (PSDB) aproveitou a deixa pra “descer a madeira” na vereadora Leo Kret (PR) de Salvador. “Vamos realisar uma audiência pública para debater o assunto mas não vamos permitir que vereadores de outras cidades venham para cá se aproveitar do momento para fazer política em Sâo Francisco do Conde, fazer disso aqui palanque político. Isso não vamos admitir. Isso aqui é coisa séria!”, esbravejou o vereador. “Dê nomes aos bois, vereador!”, gritou alguém das galerias. O vereador respondeu: “é a Leo kret!”. Acontece que está tramitando um projeto de lei na Câmara de São Francisco do Conde para a regularização do serviço de moto-taxi no município. E Leo Kret é autora do mesmo projeto na Câmara de Salvador. Um grupo de moto-taxistas a convidaram para participar de audiência pública que havia sido marcada. Porém a audiência foi adiada e mesmo assim a vereadora esteve no município e fez uma motocicleata, com direito a buzinaço e tudo o mais, pelas ruas da cidade. “Ela é candidata a deputada e quer levar uns votinhos aqui”, disse um outro vereador.

O secretário e a força da caneta

O vereador Messias (PT) anda meio zangado. Dicursos inflamados e murros na mesa são sinais de insatisfação. Nas sessões da Câmara o vereador não se furta a usar as frases “seja homem, tenha coragem de me infrentar e bala trocada não dói!”. Faro Fino soprou no meu ouvido que Messias anda zangado porque tem um secretário querendo derrubá-lo com a força da caneta. Procurei o vereador e ele confessou dizendo: “no momento certo todos vão conhecer o nome desse secretário. Estou reunindo provas num dociê e vou levar o caso ao conhecimento da prefeita, para que ela tome uma atitude com este secretário que está brincando, confundindo a coisa pública com a privada”. A coisa vai feder.

Carlos Átila Santana é apresentador do Programa Do Povo e Para o Povo da Rádio São Francisco Fm e correspondente da Folha do Recôncavo e da Rádio Baiana FM em São Francisco do Conde. E-mail: catilasantana@gmail.com.

 

Publicado em 27/05/2010 ás 19:43

Leia Também
 

 
 
 
Empresa de Editoração de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Passé, nº 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com