Segunda , 19 de Fevereiro de 2018
 
Artigos
Publicada em 28 de Outubro de 2012 ás 05:48:10

O ELEITOR E A VELHINHA DE TAUBATÉ

 

Com a chegada das eleições municipais, em Outubro, temos que tomar cuidado com os votos que daremos, para não sermos, mais uma vez, emprenhados pelos ouvidos, como dizia um filósofo da roça. Porque os candidatos vão fazer de tudo,para se elegerem.Vão contratar videntes(Sarney e Collor,foram campeões desta prática,aproveitando-se do misticismo do povo brasileiro),marqueteiros,pesquisadores de opinião,vão cortejar diretores de jornais e TV,aliciar psicólogos dispostos a entrar na mente do eleitor e sondar seus desejos e esperanças relativos a vereadores e prefeitos,afim de se aproximarem do perfil sonhado pelo “inconsciente coletivo”.

Fique certo o amigo leitor,que,eleição não é coisa prá leigo.

Você acabou de acordar e, já milhares de candidatos, estão em campo, procurando a melhor maneira de despertar sua atenção; Parecem namorados ansiosos para levar a mocinha para o motel.

Portanto,procure conhecer os segredos e armadilhas deles para ganhar seu voto;deles e dos que vão ganhar com a vitoria daquele candidato: marqueteiros,empresários(principalmente os da área de lixo e transportes coletivos), empreiteiras,os parentes e “compadres” do escolhido,seu partido - todos,menos você,sua família e seu país.

Que faz você quando vai contratar um motorista? Exige cinco anos de carteira, folha corrida, documentação em ordem, informa-se sobre sua conduta com seus vizinhos e até a “ex”; se não agir assim, corre o risco de ter o carro batido, sua casa roubada e a segurança de sua família, comprometida. Aí,de quem é a culpa?SUA! Você não tomou as devidas precauções!

O candidato ao emprego chega humilde, respeitador, olhos baixos, sorriso discreto, limpinho, fala macia, você fica bem impressionado e cai como um patinho! Se tomasse os cuidados acima, evitaria o pior.

As regras são quase as mesmas quando for comprar um carro usado. Lembra do slogan dos opositores de Nixon:

-”Você compraria um carro usado,deste homem!?” Não faltam vendedores charmosos e sorridentes,quase todos,mentirosos; muita promessa e pouco resultado,porque você ouve e crê no que lhe convém,desde comprar um carro barato até recuperar a potencia sexual.E o marketing da TV? Todos sabem o mal que o fumo causa; mas, você já viu propaganda de cigarro mostrando o sujeito com câncer de pulmão?Só mostram gente feliz, jovial, bonita; e, o bobo fica deslumbrado, quer ser “um deles”, associa o cigarro, ao prazer, não á morte.

Não se esqueça que políticos são bons vendedores: vendem idéias e ilusões, comercializam fé. São os vendilhões do templo da democracia.Existem políticos sérios,mas,a maioria é de charlatões,que ficariam bem melhor,vendendo pomadas para crescer cabelo,nas feiras do Interior.Mais cedo ou mais tarde,alguns políticos corresponderão á não confiança que depositamos nele;político não tem medo de escuro;tem medo é de claridade.

Lembram-se do “caçador de marajás,” eleito para acabar com a corrupção,enfocado pela mídia global,dona das idéias da maioria dos brasileiros,e,que nos fez a todos de bestas?

Porque a opinião pública é aquilo que se publica, e, a imprensa, em geral, adora poderosos, principalmente fabricar poderosos. O candidato “collorido” não entregou o que prometeu,vendedor medíocre que era;quem ia acabar com a corrupção,pulou fora,por ser corrupto.Se os eleitores tivessem se informado melhor sobre” elle”,que,já em Alagoas estava envolvido em muitas denuncias,não se sentiriam esbulhados,quando o escândalo veio á tona.Venceu,porque o eleitor tem preguiça de pensar.

Vamos vasculhar o passado do candidato, vamos nos informar quem são os patrocinadores de sua campanha, vamos comparar ,ouvir pessoas, acessar a Transparência Brasil, para ver se tem pendências na justiça.

Se formos espertos,acertaremos;a diferença entre um carro e um político é que o carro,podemos passar adiante,já o político temos que aturar por quatro anos,ás vezes,oito.Na hora de votar,puxe o freio de mão.Use a cabeça.Todo cuidado é pouco;você estará definindo o que quer para seu país,nos próximos quatro anos.Não seja como “a velhinha de Taubaté”,que crê em tudo.O prejuízo será de todos.

Miriam de Sales Oliveira

Mais Notícias
Empresa de Editoração de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Passé, nº 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com